ECONOMIA

Choque no bolso. Conta de energia elétrica vai ficar mais cara.




Reprodução.

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje o aumento médio de das tarifas da distribuidora Enel SP (ex-Eletropaulo).O reajuste tarifário de 2020, foi de 6,0% nas tarifas dos consumidores industriais (alta tensão) e 3,58% nas contas de luz da classe residencial e de pequenos estabelecimentos comerciais (baixa tensão).
 
 
As medidas entram em vigor a partir do dia 4 de julho. O aumento, segundo a Aneel, o aumento das tarifas reflete a alta do dólar, que tornou mais cara a aquisição de energia da hidrelétrica de Itaipu, alem de custos de transmissão de energia.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






ECONOMIA  |  03/08/2020 - 12h


ECONOMIA  |  29/07/2020 - 15h







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb