EDUCAÇÃO

Parnaíba e Cajamar seguem indefinidas sobre o retorno das aulas.




Divulgação

O município de Santana de Parnaíba ainda não decidiu sobre o retorno as aulas. Com exceção das escolas técnicas, a cidade possui toda rede de educação municipalizada.

Na última quarta-feira (13), o Secretário Estadual da Educação, Rossieli Soares afirmou em coletiva de imprensa que o governo pode ir à Justiça contra os prefeitos que não obedecerem à determinação sem uma justificativa.
 
"A Educação precisa ser prioridade. Precisa ter a justificativa epidemiológica. Dizer que vai esperar uma vacinação não é uma justificativa epidemiológica, porque a gente teria que fechar todos os demais setores que estão funcionando e que são essenciais estarem abertos pra sociedade. Obviamente estamos fazendo a construção de eventualmente questionar na Justiça após uma eventual negativa e o estudo que deve publicado do porquê estar fechando", disse.

Ainda ontem Rossieli e o governador João Doria (PSDB) fizeram uma apresentação a prefeitos e secretários de educação dos 645 municípios do estado de como deve ser o retorno.

A capital paulista também não definiu data para a retomada. Isso dependerá do resultado de uma nova etapa do inquérito sorológico coordenado pela pasta de saúde.

Cidades da região que ainda não definiram a data de reabertura das escolas: Cajamar, Carapicuíba e Santana de Parnaíba
 
Já as cidades de: Barueri, Itapevi, Jandira e Osasco decidiram que as aulas somente retornaram após o dia 1º de fevereiro.
 
 





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



EDUCAÇÃO  |   15/01/2021 10h20





EDUCAÇÃO  |   14/01/2021 10h21


EDUCAÇÃO  |   13/01/2021 17h27







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb