FÓRMULA 1 - ESPORTES

Sem tempo, irmão!! Hamilton se diz sem tempo para celebrações e promete ataque total pelo título da F1


Foto: (Mark Thompson/Getty Images/Red Bull Content Pool / Grande Prêmio)

Em duas semanas, Lewis Hamilton reduziu de 21 para 8 a vantagem de Max Verstappen na liderança do Mundial de Pilotos. E promete seguir em frente até culminar sua marcha rumo ao oitavo título da Fórmula 1. Para isso, o dono de 102 poles e 102 vitórias na maior das categorias do esporte a motor avisou: vai para o ataque total contra o rival nos GPs da Arábia Saudita e de Abu Dhabi, em 5 e 12 de dezembro, respectivamente.
 
Hamilton sabe o tamanho dos feitos que conquistou, sobretudo no Brasil, com uma jornada épica tanto na corrida sprint, de sábado, como também no GP de São Paulo, naquele 14 de novembro em Interlagos. Uma semana depois, alcançou outro triunfo categórico, o sétimo da temporada, com uma exibição irretocável no GP do Catar.

Só que o piloto, no auge da forma e no ápice da sua experiência, não perde de vista seu grande objetivo nesta temporada.

Lewis Hamilton avisou: vai com tudo pra cima de Max Verstappen pelo título da F1.

"As últimas duas semanas foram fantásticas, simplesmente incríveis. Mas não há tempo para comemorações. Voltarei com a equipe já nesta semana, voltarei aos treinos e estou focado", afirmou o heptacampeão em entrevista à emissora britânica Sky Sports.
 
Hamilton lembrou que não se deixa levar pelo momento ascendente em fase tão crucial da temporada, mas entende que tudo o que conseguiu fazer, sobretudo nas duas últimas corridas, é o que ainda o mantém vivo na luta pelo octa.

"Não há muita emoção, exceto pelo fato de me sentir motivado agora. Mas é incrível conseguir chegar tão perto com muitos pontos nessas duas últimas corridas, foi muito importante", salientou.

Mesmo com a fase melhor da Mercedes nesta reta final do campeonato, Lewis mostrou respeito e alertou para a capacidade da Red Bull, equipe do rival Max Verstappen, depois de um desempenho bom no GP do Catar. O holandês largou em sétimo e terminou, sem dificuldades, na segunda posição, enquanto Sergio Pérez partiu em 11º e finalizou em quarto.
 
"Eles obviamente ainda estão muito rápidos, como você pode ver na volta mais rápida e os dois carros passando por quase todo mundo de forma bem fácil, então ainda temos algum trabalho para recortar isso", disse.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ESPORTES  |   12/12/2021 11h49





ESPORTES  |   11/12/2021 11h55







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb