CENÁRIO URBANO

Contratos de gráfica que possuía unidades em Barueri e Osasco, e que faliu há dois anos, são alvos de operações da PF


Fábrica de Osasco da Gráfica RRD - Imagem Divulgação / Estadão

Contratos firmados entre o Ministério da Educação e a gráfica R.R Donelley, que possuía operações em Barueri, Osasco e Blumenau, e faliu há dois anos são alvos de operação da Polícia Federal na manhã desta terça-feira (7).  por suspeitas de corrupção
 
De acordo com o jornal Folha de S.Paulo  "A investigação aponta envolvimento de funcionários públicos do Inep (Instituto Nacional de Estudos Educacionais), órgão do Ministério da Educação responsável pela prova, para favorecer empresas em processos milionários de contratação. Os supostos esquemas começaram no governo Dilma Rousseff e seguiram até os primeiros meses do mandato de Jair Bolsonaro"
 
Ainda, segundo a Folha, o governo federal firmou contratos entre 2010 e 2018 com a R.R Donelley, cujos valores totais chegaram a R$ 728 milhões, e outros R$ 153 milhões com a Valid S.A, após falência da antecessora, entre janeiro e fevereiro de 2019.  A estimativa é que houve superfaturamento de R$ 130 milhões nas contratações e que o valor arrecadado a mais foi repassado para integrantes da organização criminosa composta por empresários, funcionários das empresas e servidores públicos.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



CENÁRIO URBANO  |   26/05/2022 11h32





CENÁRIO URBANO  |   25/05/2022 12h31


CENÁRIO URBANO  |   25/05/2022 12h16







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb