GESTÃO PÚBLICA

Agentes da PRF cobram governo Bolsonaro por aumento salarial


Foto:(Reprodução)

Representantes dos policiais rodoviários federais entregaram nesta quarta-feira (1º), em Brasília, um documento com reivindicações ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres. A categoria cobra aumento salarial e modernização da Lei nº 9.654, responsável por instituir a carreira.

O presidente da Fenaprf (Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais), Dovercino Neto, entregou a Torres uma carta aberta de 5 páginas endereçada ao presidente Jair Bolsonaro (PL). 
 
Segundo o grupo, houve uma "redução da remuneração inicial da carreira em 2006, de R$ 5.822,00 para R$ 5.084,00". Dizem, ainda, que os valores recebidos foram congelados por 3 anos.

No documento, os agentes afirmam que, a partir de 2006, houve um "grande abismo na estrutura remuneratória entre a carreira PRF e as demais carreiras típicas de Estado no âmbito da União. [...] Atualmente, a defasagem está em aproximadamente 48%".

Em resposta aos policiais, o ministro Anderson Torres afirmou que enviou as demandas por aumento salarial para o Ministério da Economia. "Nossa parte foi feita. Agora, não tenho como intervir em outro ministério", completou.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GESTÃO PÚBLICA  |   09/08/2022 19h41





GESTÃO PÚBLICA  |   09/08/2022 15h11


GESTÃO PÚBLICA  |   28/07/2022 17h35







google.com, pub-8716156245551661, DIRECT, f08c47fec0942fa0 facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb facebook-domain-verification=8oizd3j6a3sk7a47ngn154tlepi1hb